Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Voltar umAvançar umPausar
Nonoai - RS:
Trindade do Sul - RS:
Três Palmeiras - RS:
Notícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:7 de maio de 2021,
às 18:23

Polícia Civil conclui inquérito do arrombamento do Banco Banrisul em Rio dos Índios Delegado pede a prisão preventiva de três pessoas

  1. Início
  2. Central de ajudaContatoEmpresaNotíciasMapa do site
  3. Polícia
  4. Polícia Civil conclui inquérito do arrombamento do Banco Banrisul em Rio dos Índios Delegado pede a prisão preventiva de três pessoas
« Mais recente🔀🛈Categoria:Polícia
ImprimirReportar erroTags:foi, investigação, crime, judiciário, delegado, indivíduos e inquérito253 palavras4 min. para ler

Neste dia 10 de janeiro o Delegado de Polícia de Nonoai, Dr. Marino Franceschi encaminhou para o Poder Judiciário o inquérito policial que investigou o fato que ocorreu no dia 11 de maio de 2017. Segundo o Delegado foi possível apurar que sete indivíduos participaram do crime, cinco deles foi apurado a autoria, e três seriam mentores do crime. 
{{http://https://www.youtube.com/watch?v=qvNXgJxFbUg}}Teve pessoas que vieram de fora do estado para a prática deste crime. O Delegado ressalta a importância da perícia técnica de Frederico Westplhalen, que forneceu subsídios para iniciar a investigação e chegar neste resultado, que indica cinco autores, três deles mentores do crime que está sendo solicitado a prisão preventiva, devido a gravidade da situação e por um destes ser reincidente na prática de crimes em caixas eletrônicos e bancos.


Marino avalia que foi uma investigação exaustiva, com várias deligências, mas como resultado foi possível concluir o inquérito, chegar nas autorias e levar os indivíduos à responsabilização. Também destaca o importante trabalho de equipe da Polícia Civil de Nonoai, que esteve dedicada na investigação. O inquérito foi remetido ao Poder Judiciário mais essa investigação, para ser analisado pelo Ministério Público e o Judiciário.


A Polícia Civil está trabalhado na apuração de crimes de furto e roubos, inclusive com prisões. Segundo o Delegado esses inquéritos foram remetidos ao Poder Judiciário, fator que reduziu as ocorrências de furtos e roubos na idade, fator que deverá ocorrer neste primeiro semestre, devido aos processos que esses indivíduos deverão receber e responder.

Guardamos estatísticas de uso e utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais em nossa política de uso.