Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:18 de novembro de 2019,
às 21:56

Irmãos Mataram homem por não aceitar convite ao tráfico em Chapecó#

« Última» Primeira🛈Categoria:Polícia
ImprimirReportar erroTags:rdc, preta, oitivas, pessoas, resolveram, colaborar, nós e identificar409 palavras6 min. para ler
Irmãos Mataram homem por não aceitar convite ao tráfico em Chapecó - PolíciaVer imagem ampliada
Polícia Civil solucionou o homicídio de Leandro Gonçalves

Por não aceitar o convite para o tráfico de drogas, Leandro Gonçalves, de 19 anos foi morto por volta das 21h, do dia 29 de junho de 2019, na rua Jacó, bairro Bom Pastor, em Chapecó (SC). Em entrevista coletiva, na tarde desta quinta-feira (8), no auditório da 12ª Delegacia Regional de Polícia, o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC), Vagner Papini informou que a conclusão se deu por depoimentos de testemunhas e família da vítima.

 O delegado ainda informa que quando o inquérito for encaminhado ao Poder Judiciário, o crime será dito como homicídio qualificado por motivo torpe.

Quer Emagrecer 7 Kg em Uma Semana? Clique Aqui!!



Conforme Papini, no dia 29, Leandro saiu para comprar um refrigerante, ele estava acompanhado de um amigo. Neste momento uma motocicleta Honda/Bros, com dois ocupantes se aproximou. Um dos homens disse: "não corra!” Então, o caroneiro do veículo desceu e efetuou 10 disparos. Leandro morreu no local e o amigo conseguiu fugir. Após o crime, a Polícia Civil, por meio da DIC começou a investigação.

Investigação e suspeitos

Após o crime, a Polícia Civil chegou no local acompanhada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). Conforme Papini, nenhuma informação relevante foi dada pelas testemunhas, no dia.  

"Depois de várias diligência a campo, depois de realizar oitivas de pessoas que resolveram colaborar com a Polícia Civil, nós conseguimos identificar os dois tripulantes quem chegaram no local com uma motocicleta Honda/Bros, vermelhe, preta e branca” , fala Papini.

No interrogatório feito na DIC, acompanhado dos advogados, os suspeitos negaram qualquer envolvimento com o crime. O delegado Vagner Papini fala que através das "provas testemunhais conseguimos comprovar que eram eles os ocupantes da motocicleta”. Ele complementa que "Com base nisso representamos ao Poder Judiciário a prisão preventiva de ambos, a qual foi prontamente proferida pelo Poder Judiciário, com manifestação favorável do ministério público, bem pela busca e apreensão a quatro residências”.

As buscas foram feitas na residência dos dois tripulantes da motocicleta, na residência de um individuo que possivelmente teria informado o momento em que a vítima saiu de casa e uns quartos individuam que ainda não foi confirmado, teria escondido a arma do crime.

Os dois condutores da motocicleta são irmãos. Um deles possui 24 anos e o outro 19 anos. Ambos possuíam vasto histórico de passagens, por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, lesão corporal, ameaça e porte legal de arma de fogo.

Clic RDC

Comentários#