Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:12 de novembro de 2019,
às 12:03

Identificada família encontrada morta a tiros em Chapecó#

« Última» Primeira🛈Categoria:Polícia
ImprimirReportar erroTags:online, filha, uma, perfuração, nas, costas, matou e esposa309 palavras4 min. para ler
Identificada família encontrada morta a tiros em Chapecó - PolíciaVer imagem ampliada
Corpos foram encontrados na manhã desta quarta-feira (6), no bairro Pinheirinho

A família encontrada morta dentro de um apartamento, em Chapecó, no Oeste do Estado, foi identificada. De acordo com a polícia, os corpos são de:



  • Michel Ribeiro Lopes de Gois, de 32 anos 


  • Eliane Mayeski de Gois, de 27 anos


  • Elisa Mayeski de Gois, de 3 anos




  • As três pessoas foram localizadas mortas por volta das 11h desta quarta-feira (6), em um apartamento na rua São Pedro, no bairro Pinheirinho.

    De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi acionada pelo síndico do prédio. "De manhã ele ouviu um estampido, que não chamou muito a atenção, pois a acústica do local é boa. Depois, o patrão de ambos entrou em contato informando que eles faltaram no trabalho e a criança não foi a escola”, disse o sargento Márcio Garcias.




  • A polícia esteve no apartamento e entrou no local com ajuda de um chaveiro. Gacias afirma que Eliane foi morta com tiro na cabeça na cama do casal. Já Michael foi localizado ao lado do berço de Elisa. Ele com um disparo na cabeça e a criança com uma perfuração nas costas. 

    A polícia afirma que Michael matou a esposa e a filha e depois se suicidou, pois um revólver de calibre .38 foi encontrado com ele. O crime teria ocorrido por volta das 6h, quando Eliane e Elisa dormiam. 

    O IGP (Instituto Geral de Perícias) e a Polícia Civil permaneceram por mais de quatro horas dentro do apartamento em buscas de informações sobre a motivação do crime. Eles deixaram o local por volta das 16h. 

    Familiares relataram à reportagem do ND+ que a arma encontrada com Michael pertencia ao pai dele, que morreu a cerca de oito meses. O revólver foi recolhido. A DIC (Divisão de Investigação Criminal) investiga o caso. 




ND Online 

Comentários#