Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Voltar umAvançar umPausar
Nonoai - RS:
Trindade do Sul - RS:
Três Palmeiras - RS:
Notícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:25 de junho de 2021,
às 00:09

Em ocorrência, mulher diz para policiais que vende drogas para sustentar filhos em Chapecó

  1. Início
  2. Central de ajudaContatoEmpresaNotíciasMapa do site
  3. Polícia
  4. Em ocorrência, mulher diz para policiais que vende drogas para sustentar filhos em Chapecó
« Mais recente🔀🛈Categoria:Polícia
ImprimirReportar erroTags:mulher, foram, policiais, drogas, anos, casa e filhos241 palavras2 min. para ler
A PM informou que ela e outras duas pessoas foram detidas
 
Uma mulher, de 24 anos, foi detida por tráfico de drogas, na madrugada desta sexta-feira (23), por volta da 0h10, na rua São Tomás de Aquino, no bairro São Pedro – em Chapecó (SC). Segundo a Polícia Militar, durante a ocorrência ela disse que vendia drogas para sustentar os filhos. Uma mulher e um homem também foram detidos.
A PM informou que a guarnição foi até o endereço cumprir um mandado de prisão, que estavam em aberto, contra uma mulher de 37 anos. Ao chegar ao local, os policiais viram no terreno da casa onde a mulher estava, um jovem venezuelano, de 20 anos. De acordo com o relato da PM, ao ver os policiais ele jogou fora um objeto que tinha 38 "bucha” de cocaína. Foram encontrados R$355 com o rapaz.
Durante a ocorrência, os policiais ainda abordaram a mulher de 24 anos, que contou que morava na casa da frente, onde o mandado de prisão era cumprido. Os policiais foram até a casa dela e encontraram 105,6 gramas de maconha e R$104. Segundo a PM, ela disse que vendia a droga para sustentar os filhos.
Os três foram detidos e encaminhados à Central de Plantão Policial (CPP). As drogas e dinheiro também foram apreendidas.
 
Fonte: Clic RDC
 
https://clicrdc.com.br/seguranca-publica/em-ocorrencia-mulher-diz-para-policiais-que-vende-drogas-para-sustentar-filhos-em-chapeco/
 

 
Foto: Divulgação / PM 

Guardamos estatísticas de uso e utilizamos cookies para melhorar a sua experiência. Saiba mais em nossa política de uso.