Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:12 de novembro de 2019,
às 13:13

Três pessoas morrem após naufrágio em São José do Norte#

« Última» Primeira🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:outros, município, catarinense, cidade, uceff, faculdade, faem e educação252 palavras3 min. para ler
Três pessoas morrem após naufrágio em São José do Norte - GeralVer imagem ampliada
Outros três tripulantes da embarcação foram resgatados com vida


Três pessoas, ainda não identificadas, morreram na manhã desta quinta-feira após o naufrágio de uma embarcação em São José do Norte, na Zona Sul do Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada pela Marinha do Brasil. O Comando do 5º Distrito Naval relatou que o acidente ocorreu por volta das 6h40min e ainda deixou um desaparecido. Os corpos teriam sido encontrados na praia do Cassino. 

A embarcação pesqueira naufragou com sete tripulantes a bordo, entre a praia de Sarita e o Farol de Sarita. Logo após a comunicação do desaparecimento do barco, uma aeronave e uma embarcação da Marinha do Brasil auxiliaram no resgate de três pessoas que sobreviveram, mas outras três foram encontradas sem vida. 

As buscas pelo tripulante desaparecido continuam nesta quinta. 

Naufrágio entre Itapiranga e Barra do Guarita 

Na noite dessa quarta-feira, um barco que transportava 13 estudantes da Unidade Central De Educação Faem Faculdade (UCEFF) entre a cidade catarinense de Itapiranga e o município gaúcho de Barra do Guarita naufragou. O acidente deixou um jovem de 19 anos desparecido nas águas do rio Uruguai e causou pânico entre os passageiros. 

A Corporação afirmou que passageiros relataram que ninguém estaria usando colete salva vidas no momento do naufrágio. Uma mulher que estava na embarcação teria sofrido um ferimento na cabeça, mas já estaria fora de perigo assim como o restante dos estudantes que conseguiram sair do rio Uruguai. 

Correio do Povo 

Comentários#