Voltar ao topo.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:16 de novembro de 2018,
às 03:32

Separação do IPE depende da aprovação de cinco projetos pela Assembleia

« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:hora, havia, querem, atuar, mundo, achava, administrações e poderão278 palavras4 min. para ler
Separação do IPE depende da aprovação de cinco projetos pela Assembleia - GeralVer imagem ampliada
Em entrevista à imprensa na manhã desta terça-feira (15), no Palácio Piratini, o governador José Ivo Sartori confirmou as mudanças no Instituto de Previdência do Estado (IPE). Conforme adiantado pela colunista de ZH Rosane de Oliveira, o órgão será dividido em duas autarquias independentes, que vão se chamar IPE Saúde e IPE Prev. 

Dividido em cinco partes que já foram enviadas à Assembleia Legislativa, o chamado Projeto de Especialização do IPE deve passar a valer dentro de dois meses, se for aprovado pelos deputados.

– Estamos dando mais um grande passo em direção à modernização do Estado, especializando o IPE, fortalecendo a saúde e melhorando a previdência – afirmou Sartori.

Com autonomia administrativa e diretorias independentes, as autarquias, por enquanto, serão preenchidas com os atuais servidores, que serão divididos em dois grupos. Quem já trabalha mais focado em algumas das áreas, será deslocado para elas. Passados 180 dias, os servidores poderão escolher onde querem atuar.

– Todo mundo já achava que havia duas administrações, mas na teoria, eram compartilhadas. Agora, serão especializadas – esclareceu o governador.

O IPE Prev vai cuidar das pensões e também do fundo de previdência, que funciona nos moldes de um plano privado, com participação do servidor e do Estado.

No caso do IPE Saúde, a promessa é de que os planos vão melhorar com um novo modelo de remuneração dos prestadores de serviço, para evitar a evasão e combater a falta de interesse pelos credenciamentos. Há possibilidade de inclusão de novos procedimentos e especialidades entre os serviços oferecidos e com novas ações de prevenção.

Sartori reiterou que não haverá alteração na contribuição do funcionalismo estadual:

– Não vai mudar nada para o servidor, nenhum desconto a mais.

 

ZERO HORA

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários