Voltar ao topo.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:24 de junho de 2019,
às 23:55

Segurança é reforçada após ameaça de atentado em campus da Ufrgs#

« Última» Primeira🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:povo, aumentou, tranquila, sendo, feito, respeito, for e acontecer549 palavras8 min. para ler
Segurança é reforçada após ameaça de atentado em campus da Ufrgs - GeralVer imagem ampliada
Base móvel da Brigada Militar foi deslocada até o bairro Agronomia, em Porto Alegre

Um dia depois de virem a público ameaças de ataque no campus do Vale da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), no bairro Agronomia, em Porto Alegre, a segurança no local foi reforçada na manhã desta quinta-feira. Uma base móvel da Brigada Militar (BM) foi estacionada em uma das entradas da faculdade. Estudantes relataram algum nervosismo por conta da situação, mas tentam seguir a rotina. 

Andrielle Rodrigues, de 21 anos, cursa a Faculdade de Letras, e comentou o clima de desconfiança após as ameaças. "Fiquei sabendo (das ameaças) por um grupo da Letras no Whats App. Todos ficaram com medo e alguns até foram para casa. Eu tive de ficar até as 20h30min (dessa quarta) porque tenho bolsa e preciso trabalhar. Ficou mais tranquilo mais à noite porque tinha mais policiais. Eu não fiquei tão desconfiada quanto outras colegas, mas a gente nunca sabe. Aconteceu em São Paulo. Minha mãe não queria que eu viesse hoje", disse à reportagem. 

Andrielle disse ainda que ouviu boatos de que os autores das postagens foram presos, mas, conforme a Polícia Federal (PF), ninguém relacionado às ameaças foi detido. 

A estudante de Engenharia Civil Jennifer Ramos, de 22 anos, relatou que está muito receosa por estar na universidade, ainda que medida de seguranças tenham sido tomadas. "Recebi os prints do que estava acontecendo durante uma aula de física e nem consegui mais prestar atenção na classe. Minha vontade era sair para casa, mas acabei ficando. Fui almoçar no Restaurante Universitário (RU) e existe um clima tenso. O RU seria um alvo fácil porque tem muita gente. A vontade é nem mais almoçar ali e sair o mais rápido possível daqui. Até me sinto mais tranquila porque está sendo feito algo a respeito, mas se for para acontecer, é difícil evitar", argumentou. 

Nael Soares, de 19 anos, que cursa Matemática, elogiou a ação rápida da universidade, que acionou a PF e aumentou a segurança no Campus do Vale. "Achei uma idiotice tudo (ameaças). Fiquei feliz por terem agido rápido, chamaram a segurança", resumiu antes de confirmar que o ambiente sempre é tranquilo na Ufrgs. "É difícil ter algo assim. Todos se dão bem. Acho que quando as pessoas podem fazer as coisas no anonimato, elas se soltam mais", analisou ao falar dos responsáveis pelas ameaças.  

Polícia Federal acionada 

Nessa quarta, a Polícia Federal confirmou que foi acionada pela Ufrgs para investigar ameaças de ataque na instituição de ensino. Agentes se deslocaram para o local para iniciar os trabalhos. As postagens em fóruns da Deep Web falavam sobre atentados no campus do Vale, onde um usuário anônimo sugere que a "segurança é falha".   

Um professor confirmou ontem que uma reunião ocorreu na tarde dessa terça-feira na universidade para debater a segurança no local. Por conta disso, a administração central entrou em contato com a PF para que a situação passasse por uma diligência em caráter de prevenção.

A Ufrgs ainda encaminhou uma nota oficial sobre o assunto. No texto, disse que "acionou, preventivamente, o setor de segurança da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), polícias Federal e Civil e o setor de inteligência da Brigada Militar e, ainda, reforçou sua segurança interna".

*Com informações da repórter Jessica Moraes / Correio do Povo 

Comentários#