Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Voltar umAvançar umPausar
Nonoai - RS:
Trindade do Sul - RS:
Três Palmeiras - RS:
Notícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:29 de outubro de 2020,
às 20:14

Região de Erechim permanece na bandeira vermelha, no mapa do Distanciamento Controlado

« Mais recente🔀🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:estado, governo, sul, regiões, site, bandeira, mapa e comércio321 palavras4 min. para ler
 
O Governo do Estado do Rio Grande do Sul classificou 16 regiões em bandeira vermelha das 21 regiões no mapa do distanciamento controlado. 
Nesta semana a região de Erechim já esteve sob as regras de restrições de bandeira vermelha, onde o comércio de rua, lojas, só puderam funcionar quatro dias da semana, no horário das 09hs às 17hs. 
No mapa preliminar, divulgado nesta sexta-feira, dia 14, o padrão do funcionamento do comércio seria o mesmo. Contudo, o mapa definitivo será divulgado na segunda-feira dia 17 de agosto. Nesta rodada também tem a possibilidade da gestão compartilhada entre as associações regionais e o Governo do Estado. As regiões poderão adotar protocolos alternativos, no mínimo iguais o da  semana anterior, com a aprovação de no mínimo 2/3 dos prefeitos  e um comitê técnico regional. Esta documentação deverá ser enviada para o Governo do Estado, para avaliação, e se aprovado poderá entrar em vigor em 48h após o envio. 
Segundo publicação no site do Governo do Estado as regiões que ficaram em  bandeira vermelha são:
Uruguaiana, Guaiba, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Caxias do Sul, Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Palmeira das Missões, Erechim, Passo Fundo e Pelotas. 
Na bandeira laranja, ficaram as regiões de Santa Maria, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Cachoeirinha e Bagé. 
De acordo com a orientação da Acisa de Nonoai, na segunda ? feira o comércio, lojas não irão funcionar, aguardando então o resultado do mapa definitivo e os recursos que poderão ser feitos ao Governo do Estado. Os setores considerados essenciais tem a própria regra de funcionamento, de acordo com as portarias especificas. Cada setor de prestação de serviço e comércio poderão conferir a capacidade de funcionamento no site www.distanciamentocontrolado.com.br
 
Fonte: Site do Governo do Estado do Rio Grande do Sul 
Imagem Foto: Site do Estado do Rio Grande do Sul/Rede Social