Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:19 de novembro de 2019,
às 18:09

RS terá amanhecer frio com tarde de sol agradável nesta quinta#

« Última» Primeira🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:temperaturas, revocação, aprovar, duas, oportunidades, projetos, leis e autorizando330 palavras4 min. para ler
RS terá amanhecer frio com tarde de sol agradável nesta quinta - GeralVer imagem ampliada
Temperaturas variam entre 6°C e 20°C ao longo do dia

A quinta-feira será de sol e nuvens em todo o Rio Grande do Sul. No fim da tarde e à noite, há maior presença de nebulosidade à medida que áreas de instabilidade avançam de Oeste para o Leste gaúcho. A mudança climática apresenta possibilidade de chuva isolada e passageira, principalmente no período da noite na Metade Norte.

O dia amanhece frio e com formação de geada em algumas localidades. Entretanto, a massa de ar frio começa a enfraquecer e a tarde terá temperatura muito agradável em todo o Estado com máximas que variam em 20ºC na maioria dos municípios. As mínimas rondam 0°C em São José dos Ausentes, na região de Campos de Cima da Serra, e 2°C em Pelotas, no Extremo Sul. As máximas, por sua vez, podem chegar a 22°C em Erechim, na região Alto Uruguai, e 24°C em Santa Rosa, no Noroeste gaúcho. Em Porto Alegre e Região Metropolitana, os termômetros variam entra 6°C e 20°C.

Nos últimos dias, as queimadas ocorridas na Amazônia e no Cerrado ganharam atenção internacional. No Rio Grande do Sul o assunto também foi pauta após a Assembleia Legislativa aprovar, em duas oportunidades, projetos de leis autorizando as queimas. As queimadas, utilizadas na revocação de pastagens, são recorrentes no Estado entre os meses de agosto e setembro.

Segundo a Secretária Estadual do Meio Ambiente (SEMA), em sua página na internet, a antiga e tradicional prática de queimar campos nos Aparados "pode causar impactos agravantes ao meio ambiente”, mas tais impactos podem ser "minimizados ou tolerados se a prática for bem empregada, já que os campos convivem milenarmente com as queimadas conjuntamente com o pastoreio”. E, para a discordância do setor ambientalista, acrescenta que "benefícios” são alcançados quando a prática é aplicada em poucos hectares. A fumaça está associada ao aumento de doenças respiratórias e, no caso dos Aparados, causa diminuição de visibilidade em rodovias da região.

Correio do Povo 

Comentários#