Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:19 de novembro de 2019,
às 18:19

Polícia de SP prende suspeito de ter participado do roubo de 720 quilos de ouro#

« Última» Primeira🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:zh, acatou, contêiner, investiga, justiça, porém, ainda e não291 palavras4 min. para ler
Polícia de SP prende suspeito de ter participado do roubo de 720 quilos de ouro - GeralVer imagem ampliada
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil de São Paulo prendeu na noite deste sábado (27) o aeroviário Peterson Patrício, 33, sob a suspeita de ter participado do roubo de 720 quilos do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na última quinta (25).

Patrício é funcionário do terminal de cargas do aeroporto e alegou ter sido obrigado pelos criminosos a ajudar no roubo após ter sido mantido refém junto com a família.

Nas imagens referentes ao momento do roubo, captadas pelo sistema de segurança do aeroporto, o aeroviário é o primeiro a aparecer saindo de uma caminhonete clonada da Polícia Federal

Quer Perder de 4 a 5 Kg em Uma Semana? Venha ter mais Saúde e Bem Estar... Clique Aqui!.



Quer Perder de 4 a 5 Kg em Uma Semana? Ter Mais Saúde e Bem Estar? Clique Aqui e Saiba Mais...

Ele indicou aos outros integrantes da quadrilha o local exato onde estavam os malotes de ouro, cujo valor estimado supera R$ 120 milhões, e chegou a transportar algumas peças que estavam soltas em um contêiner.

A polícia investiga um segundo funcionário do aeroporto sob a suspeita de participado no crime. A Justiça, porém, ainda não acatou o segundo pedido de prisão.

Segundo a Folha de S.Paulo apurou, as suspeitas começaram a recair sobre o funcionário após uma série de contradições em sua versão sobre o crime. Os detalhes da prisão devem ser fornecidos pela Polícia Civil ao longo deste domingo.

No dia seguinte ao roubo, o delegado responsável pela investigação, João Carlos Miguel Hueb, descreveu Patrício como um funcionário que trabalha há sete anos no aeroporto de Guarulhos e nunca havia apresentado nenhum tipo de problema.

Até agora nenhum grama do ouro foi recuperado.

Gaucha ZH

Comentários#