Voltar ao topo.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:11 de dezembro de 2018,
às 02:41

Nonoai: O despertar técnico dos agricultores para a importância do Dia Nacional dos Solos

« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:diagnóstico, maioria, semeadura, anual, inclusive, sobressemeadura, gramíneas e tifton784 palavras12 min. para ler
Nonoai: O despertar técnico dos agricultores para a importância do Dia Nacional dos Solos - GeralVer imagem ampliada
[sub]O escritório Municipal da Emater de Nonoai, vem trabalhando em orientações, [/sub]coletas de amostras de solos em diversas propriedades do município bem como, praticas de rotação de culturas, terraceamento  em nível para o controle da erosão. 


De acordo com Leonildo Albuquerque, da Emater de Nonoai, é realizado um trabalho importante com os agricultores de Nonoai, para terem mais conhecimento e fazer o manejo correto. Neste mês de abril foi comemorado o Dia Mundial do Solo – em 15 de abril. Neste artigo os leitores poderão ter mais conhecimento sobre os cuidados que devemos ter com o solo.


[sub]Um solo bem manejado pode sofrer menos com as estiagens, ou com o excesso de chuvas, permite com isto, maior estabilidade às safras. Uma prova é a diferença de produtividade da soja ou do milho visto nesta última safra, onde o bom manejo do solo mostrou lavouras localizadas próximas,  que obtiveram produtividades muito diferentes.[/sub]


[sub]A utilização de práticas que evitem a compactação do solo, corrijam a condição química do solo, construam condição biológica e física apropriadas é fundamental para termos solos férteis. Para isto, várias práticas são necessárias, como  a utilização de plantas de cobertura para produzir até 10 ton de palha/ hectare / por ano, segundo dados da Embrapa, num sistema de rotação de cultivos apropriado a cada agricultor e ao mercado;  a construção  terraços para ajudar a segurar a erosão hídrica que não consegue infiltrar em dias de chuvaradas, em solos compactados e mais declivosos; a adubação química ou orgânica realizada de acordo com a análise de solo; a utilização de sulcador na linha de plantio do milho, soja , para ajudar a penetração das raízes dos cultivos anuais, em maior profundidade;  [/sub][sub]a proteção da superfície do solo da chuva e do sol com cultivos ou resíduos de plantas, nos 12 meses do ano[/sub]


[sub]As pastagens perenes, cultivadas pelos os produtores de leite,  protegem superfície do solo  12 meses por ano, também são importantes para a conservação do solo agrícola. [/sub]


[sub]Para os produtores de leite, há recomendações especiais, como: o não  uso de grades de disco para a cobertura de sementes das forrageiras de ciclo anuais de verão e inverno, pois este equipamento destrói a estrutura do solo, aumentando a compactação e a erosão, sendo um problema em alguns municípios da Região.  É melhor a utilização de plantadeiras de cereais de inverno,  para a realização do plantio e semeadura das forrageiras de ciclo anual, tanto no inverno, quanto no verão, inclusive em sobressemeadura no inverno sobre gramíneas perenes como a Tifton, utilizando a aveia ou trigo duplo propósito. [/sub]


[sub]A produção de silagem de planta inteira de milho, realizada pela grande maioria dos produtores de leite, retira toda a palha da área. Para solucionar este problema, recomendamos a rotação de área onde se cultiva o milho para a silagem, ou para aqueles agricultores que dispõe de pouca área, para cultivo de silagem, recomendamos o plantio de milho no cedo com cultivares de alta produtividade, com boa adubação, objetivando produzir toda a silagem no cedo, deixando a área no período da safrinha para produzir palha, com plantio de sorgo ou aveia de verão, por exemplo, para pastoreio e produção de palha através do último rebrote.[/sub]


[sub]​                Evitar a colheita do milho para silagem com solo úmido, é outra prática recomendada para evitar a compactação dos solos agrícolas, pelos produtores de leite. O plantio no cedo do milho para silagem de planta inteira permite a colheita em janeiro, facilitando colher com solo seco e evitar a compactação dos solos. É outra vantagem deste sistema de produção de silagem somente no cedo.[/sub]


[sub] É bom estarmos cientes que um solo agrícola compactado não permite a boa infiltração de água no solo, nem das raízes, quando as plantas precisarem de água, não estará lá para irrigar os cultivos, e nem as raízes penetrarão mais profundamente para buscar a água, o que aumenta os prejuízos em períodos secos, diminuindo a produtividade das culturas, a renda dos agricultores e a riqueza que circularia no município e região.[/sub]


[sub]Amigo agricultor, por isto, devemos realizar as práticas de conservação da fertilidade dos solos agrícolas, a retribuição será sentida nas safras, também por isto,  comemoramos o Dia Nacional dos Solos, no dia 15 de abril, de todos os anos.[/sub]


[sub]Uma boa safra sempre depende da Conservação de Solo, e isto, cabe a quem o cultiva e vive dele, hoje.[/sub]


[sub] As futuras gerações e a população urbana agradecem![/sub]


[sub]O Dia Mundial dos Solos foi comemorado no dia 15 de abril. Esta data pontua a importância do solo para o contexto de sobrevivência humana, manutenção das plantas e da natureza. Acisa de tudo, é comemorado todos os dias, porque o ser humano depende do solo para viver.[/sub]


[sub] [/sub]


[sub]Terraceamento[/sub]


[sub]Processo erosivo[/sub]


[sub]  [/sub]


[sub] [/sub] Trincheira para  o diagnóstico da compactação do solo


Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários