Voltar ao topo.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:25 de junho de 2019,
às 00:22

Leite deve anunciar novos nomes do secretariado ao longo da semana#

« Última» Primeira🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:roma, santos, ocupa, bndes, servidor, anunciado, secretário e cardoso702 palavras11 min. para ler
Leite deve anunciar novos nomes do secretariado ao longo da semana - GeralVer imagem ampliada
Governador eleito formalizou responsáveis por Planejamento, Comunicação e PGE nesta segunda-feira

O governador eleito, Eduardo Leite (PSDB), pretende anunciar uma série de nomes do secretariado ainda nesta semana. Entre eles, o titular da pasta de Governança e Gestão Estratégica e provavelmente os secretários da área de Segurança (além de Segurança Pública, também Administração Penitenciária); de Esporte e de Cultura. O prazo foi estabelecido pelo próprio tucano na manhã desta segunda-feira, quando ele formalizou os nomes de três outros secretários: Leany Lemos no Planejamento; Tânia Moreira na Comunicação e Eduardo Cunha da Costa, atualmente procurador-geral adjunto para Assuntos Jurídicos, como Procurador-Geral do Estado.

Tânia é ex-secretária de Comunicação da administração Nelson Marchezan em Porto Alegre. E Leany se somará a cota de integrantes do primeiro escalão que são de fora do Estado. Servidora de carreira do Senado, até julho deste ano ela exercia as funções de secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal, na gestão do governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Durante o anúncio, Leite informou que, pelo desenho inicial, o Planejamento englobará a secretaria da Administração, mas ressalvou que o martelo só será batido após a futura secretária terminar de se inteirar sobre os dados do Estado.

O tucano adiantou que no caso da secretaria de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer o desmembramento será em três: Turismo deverá ficar vinculado a pasta de Desenvolvimento Econômico; Esporte e Lazer ficam juntos e Cultura em estrutura própria. "Entendemos que hoje as pautas ficam tumultuadas ali dentro. É muito difícil uma pessoa que se relacione com a Cultura ter também a visão a partir do Esporte, ou do Turismo como negócio que ele é”, argumentou.

Em relação às expectativas sobre a área da Segurança, Leite voltou a destacar que considera fundamental a criação da Secretaria de Administração Penitenciária para o controle do sistema prisional, disse que o vice-governador eleito Ranolfo Vieira Júnior terá papel importante dentro de um programa estruturante de segurança pública e que os últimos ajustes estão sendo feitos para que os anúncios da área ocorram nesta semana. Leite, que a te o momento definiu cinco secretários, disse que, tomando como parâmetro as transições dos futuros governos federal e de São Paulo, sua ideia é ter no máximo 22 secretarias.

Anunciados

Fazenda – Marco Aurélio Santos Cardoso

Primeiro secretário anunciado por Leite, é servidor de carreira do BNDES desde 2003 e atualmente ocupa a superintendência de crédito da instituição. Entre 2009 e 2016 foi subsecretário de gestão da Fazenda, superintendente do Tesouro Municipal e, por fim, titular da pasta na prefeitura do Rio de Janeiro. A ocupação dos cargos ocorreu durante as duas gestões do ex-prefeito Eduardo Paes (DEM). Tem graduação em Economia e mestrado em Administração.

Casa Civil – Otomar Vivian

Político experiente filiado ao PP, foi prefeito de Caçapava do Sul, deputado estadual por dois mandatos, presidente da Assembleia Legislativa e, em três diferentes ocasiões, presidiu o Instituto de Previdência do Estado (Ipergs). A última delas na atual administração estadual. Ocupou a titularidade de secretarias de 1996 a 1998, quando comandou a pasta da Administração e Recursos Humanos, no governo Antônio Britto (MDB), e entre 2009 e 2010, como chefe da Casa Civil, na administração Yeda Crusius (PSDB).

Planejamento – Leany Lemos

Apontada como uma das principais secretárias do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), deixou o comando da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal em julho. Sua saída foi apontada como parte da estratégia de lançá-la na disputa ao Senado, mas, em agosto o partido anunciou para a vaga o nome da ex-jogadora de vôlei, Leila Barros, a Leila do Vôlei, que se elegeu, com Leany com primeira suplente. Leany é servidora de carreira do Senado desde 1993 e pós-doutora em Ciência Política.

Comunicação – Tânia Moreira

Foi secretária de Comunicação da prefeitura no início da administração de Nelson Marchezan Júnior (PSDB). Antes, respondeu pela campanha do tucano durante a corrida pela prefeitura de Porto Alegre, em 2016. Na disputa pelo governo do Estado nas eleições deste ano, atuou na coordenação da campanha na TV do governador eleito, Eduardo Leite.

PGE – Eduardo Cunha da Costa

Ingressou na Procuradoria-Geral do Estado em 2007, onde, desde dezembro de 2016, desempenha as funções de procurador-geral adjunto para Assuntos Jurídicos. É doutorando na Universidade de Roma.

Comentários#