Voltar ao topo.Ver em Libras.
Curta no Facebook:
Voltar umAvançar umPausar
Nonoai - RS:
Trindade do Sul - RS:
Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:12 de dezembro de 2019,
às 21:15

Inter perde para o Novo Hamburgo em jogo ruim, mas está na semifinal#

« Última» Primeira🛈Categoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:r, nóia, redes, sob, apesar, classificado, controle e efetividade651 palavras9 min. para ler
Inter perde para o Novo Hamburgo em jogo ruim, mas está na semifinal - GeralVer imagem ampliada
Colorado mostrou pouco futebol com os titulares e foi superado por 1 a 0



Quer Emagrecer de uma forma Segura e Rápida! Então você precisa Clicar Aqui!

O Inter teve uma noite muito abaixo da crítica e, mesmo com os titulares, perdeu para o Novo Hamburgo no Beira-Rio. De positivo nesta quarta-feira, apenas a classificação para a semifinal do Gauchão, com o anti-clímax da derrota por 1 a 0 em uma partida em que apenas Nico López mostrou iniciativa e qualidade. Nas semifinais, os comandados de Odair Hellmann aguardam o vencedor entre Caxias e Aimoré, que se enfrentam nesta quinta.

O primeiro tempo começou num ritmo cadenciado, com o Inter sem correr riscos ou tomar as rédeas da partida. O Novo Hamburgo aproveitou para tocar a bola com paciência e explorar os cruzamentos nas bolas paradas. O Noia ensaiou uma pressão inicial e ganhou três escanteios em sequência. Os cruzamentos de Bustamante e Ednei, contudo, foram pouco efetivos. O primeiro chute a gol, contudo, foi colorado. Com armação deficiente, Sarrafiore assumiu o protagonismo e, aos 13 minutos, tentou belo chute de fora da área. A bola foi no meio do gol, mas tão forte que o goleiro Gustavo se atrapalhou para espalmar à linha de fundo.

Era o time base para enfrentar o River Plate na Libertadores, semana que vem, mas sem impor um ritmo de jogo, o Colorado se complicou e preocupou a torcida no Beira-Rio. Aos 20 minutos, Bustamante foi derrubado e Fred fez o goleiro Marcelo Lomba trabalhar em cobrança de falta muito forte no canto esquerdo. Sarrafiore voltou a pressionar, aos 26. Ele recebeu na linha de fundo, fez belo giro sobre o zagueiro, só que chutou fraco e com pouco ângulo. Defesa de Gustavo e reclamações de Nonato, que, na marca penal tinha melhores condições de marcar.

O Colorado não assumiu o protagonismo na reta final da etapa e recebeu o castigo. Aos 32 minutos, Ednei cobrou escanteio no primeiro pau e o lateral Neuton surgiu no primeiro pau para desviar de cabeça. A bola contornou Lomba e sacudiu as redes para o 1 a 0. A partida foi para o intervalo com o Inter sob pressão, apesar de classificado à semifinal.

Controle sem efetividade

O Colorado voltou do intervalo com mais comando da posse de bola e até ensaiou uma pressão, mas pouco organizado. Foi novamente na qualidade de Nico Lopez que ameaçou o Nóia. Aos 11, ele ganhou de dois marcadores, driblou o goleiro e cutucou para o gol. Luiz Gustavo surgiu para tirar em cima da linha.

Wellington Silva entrou no lugar de Nonato e Parede foi para a vaga de Sarrafiore. Aos 27, Nico fez outra boa jogada e cruzou com carinho na área. Wellington Silva subiu sozinho no segundo pau e cabeceou nas mãos do goleiro.

Do pouco que fez, chamou o Novo Hamburgo. A partir dos 30 minutos, os visitantes vieram para cima, novamente pressionando pela bola aérea. Numa cobrança de lateral de Osvaldir, direto na área, Fred dividiu com dois defensores e quase marcou. Depois, Kelvin disparou um chutaço da intermediária que passou tirando tinta do poste esquerdo.

Só que parou por aí, a pressão dos visitantes. Foi Wellington Silva que quase empatou, já na reta final. Ele recebeu na quina da área e chutou com muita qualidade. A bola quase entrou no ângulo, mas parou em grande defesa de Gustavo. Derrota azeda para o torcedor, mas ao menos um lugar na semifinal.

Gauchão - Quartas de final

Inter 0

Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson e Nonato; Sarrafiore, Nico López e Rafael Sobis. Técnico: Odair Hellmann

Novo Hamburgo 1

Gustavo; Ednei, Luis Gustavo, Fred e Neuton (Osvaldir); Amaral, Preto (Mossoró), William Schuster (Paulinho) e Juninho; Kelvin e Bustamante. Técnico: Bolivar

Gol: Neuton (31min/1ºT).

Arbitragem: Érico Andrade, auxiliado por Max Augusto Vioni e Mateus Rocha

Cartões amarelos: Edenilson (I); Schuster e Amaral (N)

Público total: 11.809; pagantes.

Renda: R$ 396.110

Comentários#