Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.
Curta no Facebook:
Tempo em Nonoai - RS:
Tempo em Trindade do Sul - RS:
Tempo em Três Palmeiras - RS:
CPZ NotíciasNotícias de Nonoai e região em primeira mão
Última atualização:21 de setembro de 2018,
às 10:59

Chuva provoca estragos e deixa ao menos 300 pessoas desabrigadas em Santa Rosa

BertuAnuncie aquiChapecarJG siteFarmáciaDatchiFarmáciaSol SulLanchonete Família VieiraGDR SiteDeltha FinanceiraMessiasSaerJornalBertuolDia do Meio Ambiente Foz do Chapecó2º Racha NonoaiBeckerBecker
« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:gaúcha, residências, áreas, ficar, preferiu, klein, fernando e luis199 palavras3 min. para ler
Chuva provoca estragos e deixa ao menos 300 pessoas desabrigadas em Santa Rosa - GeralVer imagem ampliada
Nível dos rios Pessegueiro e Pessegueirinho subiu e causou alagamentos em oito vilas

O temporal que atinge o Estado desde a noite desse sábado (8) provocou estragos e deixou ao menos 300 pessoas desabrigadas no município de Santa Rosa, no Noroeste gaúcho, segundo levantamento da Defesa Civil. O nível dos rios Pessegueiro e Pessegueirinho subiu e causou alagamentos em oito vilas próximas. Estações de medição registraram  volume de 207 milímetros de chuva em menos de 18h.  

Cerca de 100 moradias foram afetadas. Dois botes do corpo de bombeiros foram utilizados para auxiliar no resgate de moradores que estavam ilhados ou que tiveram suas casas invadidas pelas águas. A prefeitura chegou a disponibilizar um espaço no parque de exposições para abrigar as famílias, mas, conforme o coordenador municipal da Defesa Civil, Luis Fernando Klein, grande parte dos desabrigados preferiu ficar em áreas próximas às residências para proteger seus objetos pessoais que ficaram nos lares. O cadastro dos desabrigados será feito a partir desta segunda-feira (9), em dois Centros de Referência e Assistência Social (CRAS). 

Agora, a Defesa Civil, com o auxílio do Corpo de Bombeiros e voluntários, trabalha para recuperar estradas vicinais, pontes e pontilhões de madeira que foram danificados durante o temporal. 

GAÚCHA

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários