Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Item adicionado ao pedido! E agora?
Permanecer na página atualIr para a tela de finalização do pedido
Voltar ao topo.

Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht na Operação Lava Jato

AnteriorPróximo
Bertuol Supermercados9yAnuncie aquiChapecarCapas e CapasJG siteDatchiRádio Sul FMLanchonete Família VieiraFarmáciaGDR SiteDeltha FinanceiraSaerBrazeiroJornalBertuolDia do Meio Ambiente Foz do Chapecó2º Racha Nonoai
« Última» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:gaúcha, era, rio, aéreo, acidente, morto, premiada e delação191 palavras3 min. para ler
Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht na Operação Lava Jato - GeralVer imagem ampliada
Material será encaminhado ainda hoje para a PGR, mas sigilo do conteúdo foi mantido pela ministra

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, homologou nesta segunda-feira (30) as 77 delações da empresa Odebrecht na Operação Lava Jato. Ela, no entanto, decidiu manter o sigilo das declarações. As informações são do portal G1 e do jornal O Estado de S. Paulo.

O material será encaminhado ainda hoje para a Procuradoria Geral da República, que vai analisar os documentos para decidir sobre quais pontos irá pedir investigação.

Na sexta-feira, juízes auxiliares do gabinete do ministro Teori Zavascki concluíram as audiências com os executivos e ex-executivos da empreiteira que fecharam acordo de delação premiada. Teori, morto em acidente aéreo em Paraty, no Rio, era o relator dos processos da Lava Jato no Supremo.

A definição do próximo relator ainda é tema de especulação no STF, uma vez que o regimento interno prevê diferentes saídas. Não se sabe, por exemplo, se o próximo ministro responsável pelos processos será sorteado entre todos que compõem o pleno ou somente entre os que integram a segunda turma, colegiado do qual Teori fazia parte.

GAÚCHA

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários

AnteriorPróximo