Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.

Autoflagelo de adolescente pode ser primeiro caso relacionado ao Baleia Azul na região

BertuolAnuncie aquiFarmácia NonoaiChapecarJG siteDatchiRádio Sul FMLanchonete Família VieiraFarmáciaGDR SiteDeltha FinanceiraMessiasSaerBrazeiroJornalBertuolDia do Meio Ambiente Foz do Chapecó2º Racha NonoaiBeckerBecker
« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:news, escolas, popularização, criminoso, virou, problema, mundial e comunicados329 palavras5 min. para ler
Autoflagelo de adolescente pode ser primeiro caso relacionado ao Baleia Azul na região - GeralVer imagem ampliada
Foto: Facebook/Província FM/Reprodução
Em Tenente Portela pode ter ocorrido, nesta semana, o primeiro caso relacionado ao jogo Baleia Azul. Circula nas redes sociais a foto do autoflagelo de umaadolescente, de idade não divulgada, que cortou os pulsos como uma das etapas do jogo, cuja etapa final é o suicídio. A menor foi socorrida e recebeu atendimento. O caso foi divulgado na Página do Facebook da Província FM.
Conhecido como Baleia Azul, o jogo de internet pode estar levando jovens a mutilações corporais e até ao suicídio. A polícia investiga o jogo, praticado em comunidades fechadas de Facebook e Whatsapp. Ele instiga os jogadores, a grande maioria adolescentes, a cumprirem 50 tarefas, sendo que a última delas é o suicídio.
Um grupo, que seria da Rússia, está sendo investigado por induzir mais de 130 jovens, predominantemente na Europa, a cometerem suicídio desde 2015.
No Brasil, a imprensa divulgou recentemente alguns casos. Uma jovem de 16 anos, de Vila Rica (MT), cometeu suicídio, além de um menino de 19 anos, de Pará de Minas (MG), e as mortes foram atribuídas ao jogo Baleia Azul. Na Paraíba e no Rio de Janeiro já estão em andamento investigações referentes à recente popularização deste jogo criminoso.
O caso virou problema mundial, com comunicados aos pais em escolas da França, Inglaterra e Romênia, alertando as famílias de seus alunos para terem especial atenção com este jogo e comportamento de seus filhos.
O jogo partiria de uma página privada e secreta no Facebook, e um instrutor passa então alguns desafios aos seus novos jogadores. O jogo inicialmente inocente, torna-se mortal.
São propostos 50 desafios, como escrever com uma navalha o nome daquele grupo na palma da mão, cortar-se, desenhar uma baleia em seu corpo com uma faca, até o desafio final, que é tirar a própria vida.
Após a vítima iniciar os desafios, ela não pode desistir. Participantes teriam relatado que desistências são ameaçadas pelos administradores do game, sendo necessário ir até o final.


Fonte: Três Passos News 

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários