Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.

Atleta do Município de Trindade do Sul é campeã da travessia de Torres

AnteriorPróximo
BertuolAnuncie aquibeckerChapecarCapas e CapasJG siteDatchiRádio Sul FMLanchonete Família VieiraFarmáciaGDR SiteDeltha FinanceiraMessiasSaerBrazeiroJornalBertuolDia do Meio Ambiente Foz do Chapecó2º Racha NonoaiBecker
« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:destaca, somente, ultra, preparou, sabíamos, forte, pensávamos e ganhar702 palavras10 min. para ler
Atleta do Município de Trindade do Sul é campeã da travessia de Torres - GeralVer imagem ampliada
Jasieli Tagliari Dalla Rosa é a Grande Vencedora da Ultramaratona Travessia Torres Tramandaí de 82km
Realizada no último dia 27 de janeiro, a 14ª edição da Travessia Torres-Tramandaí (TTT), uma das mais tradicionais provas de corrida do Estado, marca a abertura das atividades de corrida em 2018, dividida em quatro categorias (ultramaratona, duplas, quartetos e octetos).
A largada das provas ocorreu em frente ao Sesc/RS, na avenida Beira Mar de Torres, percorreu aproximadamente 82 quilômetros até a chegada, na praia de Imbé.
Com recorde, tempo bom e mais de três mil participantes, a 14ª edição da Travessia Torres-Tramandaí (TTT) movimentou o Litoral Norte no sábado, teve como destaque a participação da ultramaratonista Trindadense Jasieli Tagliari Dalla Rosa , que foi para sua estreia na prova e na distância, atleta foi a grande campeã feminina , fazendo a prova em 6h 56min e batendo o record da prova em quase 25 minutos, tempo anterior que era de Daniela Santarosa 7h 21min cinco vezes campeã da prova, masculino o campeão foi Rodrigo Cardoso com 5h42min também batendo seu próprio record em 27minutos.
A atleta Jasieli vem de um ano de competições com resultados positivos, porém em uma prova de 82km era um grande desafio visto sua pouca experiência ainda no mundo das corridas, tem apenas um ano e meio de competições, e um ano com acompanhamento especifico nos seus treinos .
Sobre o Treinamento
Jasieli nos conta que foram em torno de 4 meses de treinos, enfrentamos o verão, as festas de final de ano, e não paramos porque era necessário muito preparo, além do preparo físico era necessário preparo da mente, que em provas deste tipo é fundamental, o mais difícil é o treino, é conciliar a vida familiar, as atividades de casa, o papel de mãe, esposa, o trabalho, a vida social, você precisa se virar em 30 e conciliar tudo isso, “meu dia as vezes começa as 4horas da manhã pra dar conta de tudo, e claro contar com a parceria do marido e filho é fundamental nas atividades domésticas, comida , nos viramos com tudo conforme o tempo permite”.
Sobre a preparação e a prova
“Meu treinador Chico de Porto Alegre grande ultra de experiência incrível me preparou bem, sabíamos que estava forte, não pensávamos ganhar a prova, mas planejamos bater o record da prova com um certo conforto, porém a prova fluiu tão bem que batemos o nosso planejado, não liderei a prova de ponta a ponta, foi somente dos 40 e poucos km que ultrapassei de vez a segunda colocada mantendo sempre o nosso planejamento, fui tirando uma diferença cheguei 34 minutos na frente da segunda colocada. A prova é incrível, um espírito de parceria, de amizade, eu já comecei a receber mensagens muito antes do dia, sabia que tinha muita gente torcendo por mim, a largada já foi emoção, nos pontos de troca ver galera gritando teu nome é fora do sério, ver as pessoas se superando. Essa prova permite apoio externo, então em vários pontos estava lá marido, filho e treinador me dando suporte para minha suplementação isso foi primordial pra tudo dar certo, tive muita ajuda do inicio ao fim da prova, sem isso não conseguiria”, disse Jasieli.
“A prova inicialmente tinha uma areia mais fofa devido a maré alta, mas depois tivemos a parceria de um vento bom, então foi possível conduzir bem a prova até o final, claro que uma prova destas o final você corre mais com o coração do que com as pernas, você corre pela motivação de cruzar a linha de chegada. Sem dúvida a melhor experiência no mundo das corridas, após a linha de chegada é uma festa incrível de todos que se superaram, e não importa a colocação, cruzar a linha de chegada já é ser um vencedor, escutei muitos experientes, troquei dicas, ouvi conselhos pois me sinto muito novata em tudo isso e é primordial essa força. Foi um momento incrível consagração de todo esforço, disciplina e trabalho duro, mas nada seria possível se não tivesse o apoio dos amigos, a experiência do meu Treinador Francisco Ranone, apoio da família, apoio das empresas que me ajudaram , e toda torcida trindadense. Agora vamos nos recuperar planejar o resto do ano e continuar os treinos”, destaca a atleta.


Ver imagem ampliada
Fonte:Diário RS
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários

AnteriorPróximo