Obs.: a página impressa não é necessariamente idêntica à página exibida na tela.
Voltar ao topo.

Acidente entre carro e ônibus de time de futebol deixa feridos

BertuolAnuncie aquiFarmácia NonoaiChapecarJG siteDatchiRádio Sul FMLanchonete Família VieiraFarmáciaGDR SiteDeltha FinanceiraMessiasSaerBrazeiroJornalBertuolDia do Meio Ambiente Foz do Chapecó2º Racha NonoaiBeckerBecker
« Anterior« Última» Próxima» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:congestionamento, durou, removido, diversas, anos, effel, medeiros e jonathan394 palavras6 min. para ler
Acidente entre carro e ônibus de time de futebol deixa feridos - GeralVer imagem ampliada
Ao menos 22 pessoas foram hospitalizadas, e uma está em estado grave.

De acordo com informações dos Bombeiros Voluntários, a colisão frontal ocorreu na altura do quilômetro 135 da rodovia, em Candelária. Segundo informações preliminares,  o condutor do Uno com placas de Canoas teria invadido a pista contrária, colidindo frontalmente com o ônibus.

O coletivo da empresa Derli Turismo, de Rio Pardo, transportava uma equipe de futebol feminino do município que disputaria um torneio em Candelária. Cerca de 40 pessoas ocupavam o ônibus. Com a batida, ele caiu em um barranco. Os passageiros do coletivo - jogadores, equipe e torcedores - foram resgatados e levados para o Hospital Candelária para atendimento. A maioria não sofreu ferimentos graves, apenas escoriações. Cerca de 15 pessoas teriam ficado machucadas após a colisão.O condutor do carro foi retirado com vida do veículo e estava consciente no momento do atendimento. A vítima foi identificada como Jonathan Medeiros Effel, de 28 anos, sofreu ferimentos graves e diversas fraturas. Ele foi removido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado de ambulância para receber socorro no Hospital Candelária. Mais tarde ele foi transferido pelo Samu de Rio Pardo para o Hospital Regional do Vale do Rio Pado, que é referência em traumatologia.

O motorista do ônibus ficou preso nas ferragens. Com a batida, o painel do veículo foi projetado e acabou prendendo as pernas do homem. Ele foi identificado como Valter Linhares e estaria com fraturas nas pernas. O condutor recebeu atendimento dentro do ônibus, inclusive fazendo soro. As equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam para retirar o ônibus do local, puxando com cabos para conseguir desencarcerar a vítima. No ponto onde o motorista estava preso não era possível fazer o resgate. O tabalho das equipes durou mais de 3 horas até que posse possível soltar a vítima das ferragens. Após a remoção por volta das 12h30, o homem foi encaminhado para o Hospital Santa Cruz (HSC).Além dos Bombeiros Voluntários, a Polícia Rodoviária Estadual, a Brigada Militar e ambulâncias da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) estão realizando atendimento e resgate. O tráfego na rodovia ficou interrompido parcialmente durante boa parte do trabalho de resgate. Por volta das 11 horas um guincho chegou ao local para remover o ônibus e o trânsito na via foi totalmente bloqueado nos dois sentidos da rodovia. O local apresentou cerca de um quilômetro de congestionamento nos dois sentidos.

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Comentários