Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Fazenda confirma anúncio de corte no Orçamento para esta quarta-feira

Voltar ↖Seguir ↘
Bertuol SupermercadosAnuncie aquiChapecarJG siteDatchiMossi Viagens e TurismoRádio Sul FMFarmáciaLanchonete Família VieiraShalon siteGDR SiteVidraçariaTissiani TelasJornal2º Racha Nonoai
« Última» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:estimativa, obrigatórios, prazo, legal, decreto, bloqueio, gastos e publicado252 palavras4 min. para ler
Fazenda confirma anúncio de corte no Orçamento para esta quarta-feira - Geral
Ver imagem ampliada
Estimativa é de que faltam R$ 58 bilhões nos cofres da União para atingir a meta de superávit primário prevista para este ano

As medidas de corte no Orçamento e de possíveis aumentos de tributos será feito nesta quarta-feira pelos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira

No fim da tarde desta terça-feira, Meirelles recebe Oliveira para analisarem as estimativas de receitas do governo e darem a palavra final sobre as medidas. O encontro chegou a ser cancelado, mas retornou à agenda do ministro da Fazenda.

Na segunda-feira, Meirelles havia dito que a equipe econômica e a Advocacia-Geral da União (AGU) ainda estão avaliando o impacto nas receitas de processos judiciais e da mudança no sistema de pagamento de precatórios (dívidas pagas pelo governo sob ordem judicial) para definir a data do anúncio.

O ministro ressaltou que o prazo legal para o decreto de contingenciamento (bloqueio de gastos não obrigatórios) a ser publicado no Diário Oficial termina nesta quinta-feira. Dessa forma, o anúncio pode ser feito até quarta-feira sem descumprimento dos prazos legais.

Na semana passada, Meirelles e o ministro do Planejamento anunciaram que o Orçamento tem uma diferença de R$ 58,2 bilhões em relação ao necessário para cumprir a meta de déficit primário (resultado negativo sem pagar os juros da dívida pública) de R$ 139 bilhões. O montante, segundo o ministro, será parcialmente coberto por meio do contingenciamento, da arrecadação com decisões judiciais que sairão esta semana e de possíveis aumentos de tributos.

AGÊNCIA BRASIL

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarPin it

Comentários

Voltar ↖Seguir ↘