Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Economia : Prefeitura Corta CCs

Voltar ↖Seguir ↘
Bertuol SupermercadosAnuncie aquiChapecarJG siteDatchiMossi Viagens e TurismoRádio Sul FMFarmáciaLanchonete Família VieiraShalon siteGDR SiteVidraçariaTissiani TelasJornal2º Racha Nonoai
« Última» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:gaúcha, brutos, r, teto, adequados, deverão, também e salários207 palavras3 min. para ler
Economia : Prefeitura Corta CCs - Geral
Ver imagem ampliada


Em dois meses, Prefeitura de Porto Alegre corta 440 cargos comissionados

De acordo com o secretário de Gestão, José Parode, todos os cargos foram cortados definitivamente.


O Diário Oficial de Porto Alegre desta segunda-feira (27) traz uma lista com os nomes de 70 servidores com cargos comissionados (CC) que foram exonerados de suas funções. Deste modo, a prefeitura da Capital já exonerou 440 CCs nestes quase dois meses administração de Nelson Marchezan Júnior. De acordo com o novo secretário de Gestão, José Parode, todos os cargos foram cortados definitivamente.
A administração municipal ainda não tem um balanço sobre o valor total que será economizado com os cortes. Conforme Parode, o critério utilizado para a exoneração foi a não necessidade de manter os cargos. Apesar disso, o secretário admite a hipótese de que funcionários exonerados, no futuro, possam ser readmitidos em outras vagas com um patamar salarial menor. 
Os salários também deverão ser adequados ao teto de R$ 9,2 mil brutos, estipulado pelo prefeito em janeiro. No último dia seis, durante a apresentação dos novos diretores, supervisores e assessores da administração municipal, Marchezan pediu aos os novos titulares que cortassem CCs:  “Cortem. As empresas que puderem funcionar sem CC que opere. Quem precisar ficar que seja encaminhado ao Banco de Talentos“.
 
GAÚCHA



Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarPin it

Comentários

Voltar ↖Seguir ↘