Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Cinco ônibus foram assaltados em mesmo trecho da BR-386 desde março

Voltar ↖Seguir ↘
Bertuol SupermercadosAnuncie aquiChapecarJG siteDatchiMossi Viagens e TurismoRádio Sul FMFarmáciaLanchonete Família VieiraShalon siteGDR SiteVidraçariaTissiani TelasJornal2º Racha Nonoai
« Última» PrimeiraCategoria:Geral
ImprimirReportar erroTags:zh, , coronhadas, agredidos, armadas, encapuzadas, feito e acredita856 palavras13 min. para ler
Cinco ônibus foram assaltados em mesmo trecho da BR-386 desde março - Geral
Ver imagem ampliada
Os ataques são semelhantes e têm como alvo coletivos que vão para Foz do Iguaçu e Paraguai


Um trecho da BR-386, no norte do Rio Grande do Sul, tem sido a região preferida da ação de assaltantes de ônibus.
O foco são os coletivos que vão para Foz do Iguaçu e para o Paraguai. Desde março, já ocorreram cinco assaltos desse tipo no trecho entre Carazinho e Seberi.
Geralmente, esses os ônibus saem de Porto Alegre lotados de pessoas que fazem compras e estão em busca de produtos mais baratos. A distância entre a Capital gaúcha e a cidade de Assunção, no Paraguai, é de 1.228 km.


Publicidade
       


Desde março, foram cinco ataques semelhantes. Todos registrados em um trecho de 131 quilômetros entre as cidades de Carazinho e Seberi. Nos cinco casos, um total de 160 passageiros tiveram as armas apontadas pelos criminosos.
Os cinco assaltos foram contra ônibus da empresa Unesul, que faz a linha Porto Alegre-Assunção,saindo de Porto Alegre nas sextas e retornando nas segundas. 
O modo de agir dos assaltantes é semelhante: abordam os ônibus, geralmente, atirando contra os pneus, entram no coletivo, levam o veículo para estradas vicinais, roubam joias, dinheiro e demais pertences, trancam os passageiros nos bagageiros e fogem.
O último caso ocorreu no fim da noite desta sexta-feira. Um ônibus que levava passageiros ao Paraguai teve a frente cortada na BR-386, em Seberi, por um Peugeot preto.
Os bandidos atiraram contra o veículo, obrigando o motorista a parar.Eles renderam o condutor, que teve que mudar a rota - o ônibus foi levado para uma estrada vicinal da BR-158, entre Palmeira das Missões e Panambi.
Os passageiros foram trancados no bagageiro, e os criminosos fugiram levando dinheiro e outros pertences da vítimas. A polícia acredita que ao menos quatro pessoas participaram da ação, que durou mais de duas horas.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) possui dois postos na região, em Seberi e em Sarandi - distantes quase 100 quilômetros um do outro. No entanto, o efetivo reduzido e o modo de agir dos assaltantes dificulta o trabalho para a prisão dos responsáveis, segundo o chefe de comunicação da PRF, inspetor Alessandro Castro:
— O nosso efetivo, além de reduzido, tem que atender muitos acidentes, pois é uma região de grande movimento, com forte fluxo de caminhões e de pista simples. O problema é que esses assaltantes tiram os ônibus da rodovia e levam para outras estradas, dificultando a identificação. A orientação da Polícia Rodoviária é de que as pessoas não levam grandes quantias de dinheiro em espécie para as compras. Isso é o que mais atrai os criminosos.


A região de Nonoai e Sarandi têm sido usadas como rota de fuga para os assaltantes, onde pelo menos dois ônibus foram abandonados pelos assaltantes, e os passageiros ficaram trancados no bagageiro. 


Assaltos na BR-386 em 2016:
19 de agosto - Um ônibus que levava 19 passageiros ao Paraguai foi alvo de criminosos na BR-386, em Seberi, no Norte do Estado. Os bandidos atiraram contra o veículo, obrigando o motorista a parar. O ônibus foi levado para uma estrada vicinal da BR-158, entre Palmeira das Missões e Panambi. Os passageiros foram trancados no bagageiro, e os criminosos fugiram levando dinheiro e outros pertences da vítimas.
05 de agosto - 28 passageiros de um ônibus foram atacados no km 93 da rodovia, na região de Boa Vista das Missões. O ônibus fazia a linha Porto Alegre (RS) a Aripuanã (MS). De acordo com a polícia, depois de ser rendido, o condutor foi guiado até uma estrada secundária, onde os bandidos roubaram dinheiro, celulares, jóias, calçados e outros objetos pessoais dos ocupantes. As vítimas relataram que o assalto foi feito por seis pessoas, que estavam encapuzadas e armadas. Dois passageiros foram agredidos a coronhadas pelos bandidos, que só liberaram as vítimas por volta das 4h30.
30 de julho - Os 39 passageiros e o motorista de um ônibus da empresa Unesul que fazia a linha Porto Alegre - Assunção foram surpreendidos por um grupo de criminosos em Carazinho, na Região Norte. O veículo foi abordado por volta da 0h. Os quatro assaltantes, que estavam armados e com os rostos cobertos, obrigaram o motorista a parar o ônibus. Ele e os passageiros foram levados para uma estrada de chão próximo ao município de Almirante Tamandaré do Sul, revistados e obrigados a entrar no bagageiro do ônibus.
02 de julho - Um ônibus da Unesul foi assaltado na madrugada, entre Sarandi e São José das Missões, no Noroeste do Rio Grande do Sul. Pelos menos 34 passageiros foram rendidos, além da tripulação, conforme a Brigada Militar de Sarandi, que atendeu a ocorrência. Após o assalto, os ocupantes do ônibus foram presos no bagageiro. Segundo a polícia, o veículo tinha destino a cidade de Assunção, no Paraguai, mas antes faria uma parada em Foz do Iguaçu, no Paraná.
21 de março - Quarenta passageiros de um ônibus de linha da Unesul foram assaltados na madrugada desta segunda-feira em Sagrada Família, no norte do Estado. O veículo havia saído de Porto Alegre e tinha como destino Foz do Iguaçu, no Paraná. Os assaltantes renderam os passageiros e roubaram cerca de R$ 50 mil. As vítimas, que tiveram que ficar seminuas, foram presas no bagageiro do veículo


Fonte: ZH

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarPin it

Comentários

Voltar ↖Seguir ↘