Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!

Grêmio perde para o Avaí na Arena e se distancia da liderança do Brasileirão

Voltar ↖Seguir ↘
Bertuol SupermercadosAnuncie aquiChapecarJG siteDatchiMossi Viagens e TurismoRádio Sul FMFarmáciaLanchonete Família VieiraShalon siteGDR SiteVidraçariaTissiani TelasJornal2º Racha Nonoai
« ÚltimaCategoria:Esporte
ImprimirReportar erroTags:x, defendeu, verificar, voltaria, brilhou, seguinte, chutou e volta727 palavras11 min. para ler
Grêmio perde para o Avaí na Arena e se distancia da liderança do Brasileirão - Esporte
Ver imagem ampliada
Renato tinha razão em seu alerta e alcançar o Corinthians começa a virar missão impossível para o Grêmio neste Brasileirão. Na tarde nublada deste domingo, depois de pressionar a partida inteira, o time cometeu dois descuidos fataia e perdeu por 2 a 0 para o Avaí.

Agora, são 10 pontos atrás do líder. E ainda com o Flamengo no meio do caminho.

Como outros adversários que pisaram neste ano o gramado da Arena, o Avaí não se constrangeu em ser encaixotado, como quem se encolhe para suportar a pressão. Marcou em seu campo, sem sair do lugar, e com isso, muita vezes, impediu que o Grêmio se infiltrasse. Uma sensação de jogo lento, abaixo da voltagem normal, instalou-se na Arena.

A torcida compreendeu, desde cedo, que a partida seria um teste de paciência. Não reclamou quando os passes saíam errados ou batiam nas linhas defensivas e era preciso recomeçar o lance.

Diante disso, a solução, óbvia, foi arrematar de longe. O que Ramiro fez logo a dois minutos. Viu-se aí, pela primeira vez, o que ocorreria durante todo o primeiro tempo: a competência do goleiro Douglas.

Buscar espaço pelos lados foi o plano B. Ou pela direita, com Ramiro convertido em atacante, ou na esquerda, com Fernandinho, o substituto do lesionado Pedro Rocha. Nesse caso, ficava evidente o prejuízo da ausência de Rocha, que retirava da equipe o drible vertical e a capacidade de aproveitar melhor os passes longos de Michel e Arthur.


Foto: Félix Zucco Agência RBS 

Aos cinco minutos, Luan recuperou a bola na intermediária, deu a Cortez, que serviu a Fernandinho, mas o cruzamento foi errado.

Depois do chute de Judson, o primeiro do Avaí, a seis minutos, Fernandinho deixou Leandro Silva para trás, mas não evitou que a bola escapasse pelo fundo do campo.

Douglas seguiu como personagem. Aos nove, espalmou a escanteio chute de Arthur. Só que havia impedimento de Barrios.

Para a torcida, restava a impressão de que a defesa do Avaí lembrava uma parede pronta a ser derrubada pelas marteladas. Na prática, porém, era diferente. Aos14, foi a vez de Fernandinho tentar a longa distância, para defesa igual de Douglas. O volume aumentou. Aos, 16, Luan outra vez desarmou, deu a Barrios, recebeu a devolução à frente e concluiu alto.

O gol parecia iminente. A 22, em passe de Cortez, Fernandinho arrematou,Douglas defendeu para a frente e, na volta, Luan chutou alto.

A tentativa seguinte, já aos 38, foi de Edílson e, mais uma vez, Douglas brilhou. O que voltaria a se verificar pouco depois, desta vez com o goleiro do Avaí jogando-se na frente de Lucas Barrios, que havia batido forte.

O segundo tempo começou sem que Renato modificasse o time e também com um susto, quando Joel ganhou na corrida de Cortez e errou o arremate.

A bola aérea também virou recurso. Aos quatro, Barrios cabeceou por cima, para reclamação de Geromel, que esperava pelo passe. Com o total controle das ações, o Grêmio passou a acionar os lados do campo, sobretudo com Edílson. Também acelerou os movimentos, com Arthur e Ramiro. Aos 12, Simião cortou com a mão passe de Ramiro e o pênalti foi marcado. O sofrimento, enfim, parecia prestea a terminar. Só que, na cobrança forte de Edílson, Douglas, novamente, foi salvador. Como seria nos instantes seguintes, na bicicleta de Geromel e na conclusão de Kannemann. Renato, então, recorreu a Bolaños. Uma nova tentativa de furar um bloqueio que se revelava insuperável. Só que o pior ainda estava por vir. A 27, Simião, sem marcadores na frente da área, bateu com violência e venceu Leo.

Fim do pesadelo? Não. Aos 39, no contra-atque, Júnior Dutra fez 2 a 0 e fez com que a torcida saísse mais cedo da Arena.

BRASILEIRÃO, 12ª RODADA, 9/7/2017

GRÊMIO

Leo; Edílson (Everton, 28¿/2º), Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel e Arthur (Bolaños, 21¿/2º); Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios (Lincoln, 39¿/2°).

Técnico: Renato Portaluppi


AVAÍ

Douglas; Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Luan (Simião, 24¿/1°), Judson e Pedro Castro; Juan (Willians Santana, 32¿/2º), Rômulo (Júnior Dutra, 22¿/2º) e Joel.

Técnico: Claudinei Oliveira


Gols: Simião (A), aos 27 e Júnior Dutra (A), a 39 do segundo tempo

Amarelos: Joel, Luan, Pedro Castro, Simião, Capa (A), Luan (G)

Expulsão: Joel (A)

Arbitragem: Wagner Reway, auxiliado por Fabio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando (trio mato-grossense).

Renda: R$ 960.304,00

Público: 29.268 (27.222 pagantes)

Local: Arena do Grêmio


PRÓXIMO JOGO – BRASILEIRÃO

13/7/2017, 5ª FEIRA, 19H30MIN

FLAMENGO X GRÊMIO

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarPin it

Comentários

Voltar ↖Seguir ↘